Galeria Emma Thomas inaugura mostra do artista Lucas Simões

A mostra fica em cartaz até o dia 29 de maio

Nesta quinta-feira (dia 18), às 19h, a Galeria Emma Thomas promove a abertura da exposição O peso, o tempo, terceira individual do artista Lucas Simões, que apresenta trabalhos resultantes de suas novas pesquisas envolvendo diferentes volumes, texturas e materiais inusitados. No espaço anexo, o Coletivo Garapa expõe algumas obras relacionadas ao recém-lançado livro Mulheres Centrais, projeto desenvolvido pelo coletivo e a jornalista Sabrina Duran, em 2010.

No espaço expositivo da galeria, o artista plástico Lucas Simões apresenta duas séries de novos trabalhos. Na série Provável Horizonte são apresentados objetos de memória tátil cotidiana, replicados em topografias subjetivas, maquetes de horizontes de refúgio, que buscam recriar em simulacros abstratos a potência de interiorização da paisagem natural construídas aqui de cimento e papel.

Em outra série intitulada Continentes, a matéria prima utilizada é a fotografia pessoal anônima. Pilhas de fotografias são encaradas como continentes de memória, ou trabalhadas poeticamente pelo artista através de intervenções como a de diluição de fotografias em parafina. De acordo com Lucas, uma frase do artista Nuno Ramos explica um pouco sobre o propósito dessas novas investigações do artista: “é preciso devolver aos objetos fabricados e de uso comum a autonomia do que não tem autor e nem utilidade nenhuma”.

Coletivo Garapa Mulheres Centrais
Já no espaço anexo da galeria, o Coletivo Garapa expõe obras que são um registro das personagens retratadas no projeto Mulheres Centrais, que fala sobre a vida de 10 mulheres que vivem ou trabalham no centro da capital paulista. Em 2010, o coletivo, em parceria com a jornalista Sabrina Duran, entrevistou uma cantora lírica, uma stripper, uma escritora, uma florista e decoradora, uma artista plástica, uma ex-modelo e atual segurança, uma cozinheira de comida japonesa, uma fotógrafa, uma gerente de bar-confraria e uma ex-designer e atual mãe, tendo o cerne de suas vidas apresentado em uma exposição no Instituto Cervantes.

As obras estarão expostas e o público poderá adquiri-las a partir do preço inicial de custo. São obras com valores entre R$ 150 e R$ 350, e cada comprador poderá (ou não) adicionar valores a cada uma das peças. Desse modo, é o público que define o preço final de cada fotografia exposta. Além disso, no dia 27 de abril, das 15h às 18h, o coletivo promove uma tarde de autógrafos do livro, que estará a venda por R$60.

Serviço:

O peso, o tempo, de Lucas Simões
Galeria Emma Thomas
Rua Estados Unidos, 2205, Jardins, tel.
De 18 de abril a 29 de maio
De segunda a sexta, das 11h às 19h; sábados, das 11h às 17h
Entrada gratuita.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>