Instituto Tomie Ohtake abre mostras de Edson Meirelles e Ruben Martins

Dando continuidade ao ciclo de exposições Anônimos e Artistas, que procura revisitar a origem de uma identidade no design brasileiro, o Instituto Tomie Ohtake apresenta, a partir desta terça-feira (dia 7), as mostras Edson Meirelles vê a Gráfica Popular e Ruben Martins, o primeiro transgressor. O projeto conta com a coordenação curatorial do designer gráfico Milton Cipis e do diretor do instituto, Ricardo Ohtake.

Foto de Edson Meirelles (Divulgação)

Por mais de 30 anos, o fotógrafo Edson Meirelles tem registrado e colecionado apropriações vernáculas de tipografias e marcas minimamente alteradas em sua utilização cotidiana, algo muito popular em todo Brasil. Seu trabalho é um exercício do olhar que captura nas tipografias o que poucos percebem. Essa estética tão nossa e ao mesmo tempo ignorada é encontrada em placas de bares, caminhões, cartazes, rótulos de bebidas, casas comerciais, carrocinhas ambulantes, muros, placas, etc, muitas vezes pintadas pelos proprietários ou por passantes que, interessados em deixar uma mensagem, criavam uma tipografia.

Obra de Ruben Martins (Divulgação)

Interessado nos usos e diagramações propostos por esses anônimos, Meirelles criou um extenso acervo de imagens buscando colocar essa produção vernácula em paralelo ao estudo aprofundado das formas e sua comunicabilidade, o design.  O público poderá conferir um grande mosaico de fotos de tipos, com mais de uma versão para cada letra do alfabeto. Completam a exposição, outros dois painéis de parede com fotografias de muros, letreiros, fachadas de lojas e outros exemplos tipográficos pesquisados pelo fotógrafo ao longo desses 30 anos.

Paralelamente à mostra de Meirelles, a exposição Ruben Martins, o primeiro transgressor, apresenta uma introdução à obra do designer Ruben Martins (1929-1968), revendo sua trajetória e algumas das principais características criativas de seu trabalho. Um dos pioneiros no ofício de designer no país, Martins foi responsável pelo desenho de marcas importantes, como a das Indústrias Bozzano e da Rede de Hotéis Tropical, entre outras.

Artista plástico de formação, Martins começou a se interessar pelo design no início da década de 1950, época em que conheceu o fotógrafo e artista Geraldo de Barros e Alexandre Wollner, considerado o introdutor da disciplina de design no Brasil. Juntos, fundaram a Forminform, o primeiro escritório de design gráfico do país. Segundo Milton Cipis, que assina a curadoria da mostra em parceria com Fernanda Martins, filha de Ruben, foi através desse último que Martins conheceu a produção teórica e prática desenvolvida pelos designers europeus, principalmente na Alemanha. Seguindo os preceitos racionalistas, esses projetos baseavam-se em proporções e formas geométricas, com ênfase na legibilidade e clareza dos elementos gráficos.

Foto de Edson Meirelles (Divulgação)

Apesar de ter iniciado seus estudos em design gráfico levando em conta a rigidez que definia o padrão estético estabelecido por essa escola europeia no Brasil, Martins logo se mostrou um transgressor. Isso fica evidente nos trabalhos realizados pelo designer, como a comunicação do Laboratório Farmacêutico Procienx – em que utilizou a tipografia como ilustração.

Ruben morreu jovem, em 1968, e a lembrança de seu trabalho foi aos poucos desaparecendo. Essa exposição, com cerca de 10 painéis que apresentam um recorte de sua produção, pode ser lida, segundo o curador, como um afluente para as águas do design contemporâneo. “Diante da obra de Ruben Martins, podemos refletir sobre a sintaxe do design atual, remetendo aos limites de suas origens e às potencialidades do que pode vir a ser”, completa.

Serviço:

Exposições: Edson Meirelles vê a Gráfica Popular e Ruben Martins, o primeiro transgressor
Instituto Tomie Ohtake
Av. Faria Lima, 201, Pinheiros, tel. 2245-1900
De 7 de maio a 2 de junho
De terça a domingo, das 11h às 20h
Grátis.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>