Saiba tudo sobre a Parada do Orgulho LGBT de São Paulo

Com o tema Para o armário, nunca mais!, a 17ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo vai dominar as ruas de São Paulo neste domingo (dia 2). O evento está marcado para começar ao meio dia na Avenida Paulista, em frente ao Masp. Às 10h, a Paulista já estará fechada para o evento. A cantora Daniela Mercury foi convidada a cantar o Hino Nacional seguido de  discurso do prefeito Fernando Haddad.

Logo depois, os 17 trios vão fazer o percurso até a Praça Roosevelt, que tem precisão de término às 18h. Mas a Parada não termina nessa hora, pois em torno da Praça Roosevelt, um cordão policial encaminhará o público para a Avenida Ipiranga, onde haverá um palco para o show da cantora Ellen Oléria.

bandeira gay

Dos 17 trios confirmados, os dois primeiros serão os mais cheios de celebridades e figuras importantes. No primeiro trio elétrico vão estar presentes a ministra da cultura, Marta Suplicy, o prefeito Fernando Haddad e a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário (que fará discurso em nome do Governo Federal), e o deputado federal Jean Wyllys também estará nele. É um trio bem politizado, mas espera-se que Thammy Miranda também esteja nele.

A cantora Ellen Oléria faz o show de encerramento desta edição do evento (Foto: Diego Bresani/Reprodução)

A cantora Ellen Oléria faz o show de encerramento desta edição do evento (Foto: Diego Bresani/Reprodução)

O segundo trio elétrico será da empresa Google, que será interativo: telões de alta definição serão instalados dos dois lados do trio para mostrar fotos que os internautas mandarem para o Google+ ou Twitter com a hastag #eumeorgulho. Entre os outros 15 trios, um será dedicado à segurança e virá com informações policiais. Um outro será palco de protesto contra o pastor Marco Feliciano. Outro trio que deve reunir muita gente será o de Daniela Mercury. Patrocinado pela Empresa de Turismo da Bahia (Bahiatursa), a cantora fará show como os que comanda no carnaval baiano.

Segurança
O contingente de policiais militares que fará a seguranças da parada foi reforçado e será de 2.300 homens e 210 carros e motos. Além disso, outros 1.009 guardas da GCM reforçarão a segurança até a meia-noite de domingo pelas ruas do centro de São Paulo.Será proibida a venda de vinhos químicos e parte do contingente estará a paisana para coibir grupos homofóbicos.

A PM pede para que os participantes andem em grupos pequenos, nunca sozinhos, que evite ruas escuras na dispersão e que use metrô para chegar e sair da Parada. O show de encerramento terminará até às 21h na Ipiranga, mas grande parte do público deverá continuar pelos bairros da região do Arouche. É exatamente nesta região, com menor proteção policial, que os riscos de ocorrer agressões aumentam. Então, cuidado redobrado e não saia das regiões com maior número de pessoas.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>