Mais que um beijo, o primeiro beijo gay da maior emissora aberta

mateus

Por Everson Bertucci

Amor à Vida, de Walcyr Carrasco, conseguiu entrar para a história da teledramaturgia brasileira. Claro que não pela qualidade da trama como foi o caso de Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, mas por dois fatos em especial: pelo primeiro antagonista gay do horário nobre que se transformou no protagonista no decorrer da novela e pelo tão esperado beijo gay em uma novela do horário nobre da maior emissora de televisão aberta brasileira, a Globo.

Sim, Félix e Niko, vividos pelos atores Mateus Solano e Thiago Fragoso, estrelaram o tão aguardado beijo homossexual da televisão aberta. Sim, milhões de brasileiros estão em festa por esse feito. Sim, outros milhões devem estar odiando. Sim, foi lindo e bem feito. Sim, já estava mais do que na hora, afinal todo mundo adorava o Félix, adorava o Niko, e eles se amavam. Não tinha como não ter o beijo e que bom que a Globo finalmente saiu do armário.

Tudo bem, não foi um beijaço de língua como os beijos dos casais heterossexuais, mas foi um beijo de amor, um beijo de um casal que já tem uma rotina estabelecida e que demonstrar afeição, amor.

Uma coisa é certa, Amor à Vida acertou em cheio na construção do vilão Félix, principalmente pelo trabalho de Mateus Solano, e surpreendeu com a reviravolta do personagem que se arrependeu de seus crimes e aos poucos foi conquistando o Brasil. E que bom que isso não aconteceu apenas no último capítulo. Foi a tempo de acreditarmos na transformação do personagem.

Um dos pontos altos dessa mudança foi o fato dele não perder algumas das suas características: a ironia, o tom de maldade em alguns momentos e não cair no típico moço bonzinho que sabemos que não dá pra acontecer. Félix tornou-se uma pessoa melhor, não um imbecil. Mostrou que podemos ter várias facetas, termos nossos demônios e anjos dentro de nós e podemos controlá-los da forma mais equilibrada possível.

A trama de Walcyr Carrasco forçou e muito ao abordar várias temáticas e não dar conta delas, mas com certeza deixou um personagem que jamais será esquecido: Félix.

P.S. Ah, também foi muito bonita a cena em que Félix e Cesar finalmente se entendem, mas isso fica para uma outra hora.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>