Tomie Ohtake é a grande homenageada do Prêmio Governador

Tomie Ohtake (Reprodução)

Tomie Ohtake (Reprodução)

Dona de uma das carreiras mais longas e conhecidas das artes plásticas no Brasil, Tomie Ohtake – que em 2013 completou 100 anos de idade – é o grande Destaque Cultural do Prêmio Governador do Estado de São Paulo para a Cultura 2013. Escolhida por um júri especializado, a artista receberá uma homenagem especial na cerimônia de entrega do Prêmio, no dia 24 de fevereiro, no Theatro São Pedro.

Retomado pela Secretaria de Estado da Cultura em 2010, o Prêmio Governador busca reconhecer a produção cultural paulista, valorizando o trabalho dos artistas contemporâneos e de personalidades que têm contribuído para a construção de um cenário cultural diversificado e de qualidade para o público. Neste sentido, ninguém melhor do que Tomie Ohtake, que dedicou (e continua a dedicar) sua vida à arte, para receber a principal homenagem desta edição.

Nascida no Japão, Tomie chegou ao Brasil em 1936. Mas foi apenas aos 40 anos que começou a se dedicar à pintura – já com um estilo brasileiro inegável, apesar da forte influência oriental. Em suas telas e composições de gravura e escultura, é possível ver a capacidade de renovação da artista, sempre contrapondo a força e a suavidade. Hoje, ela também dá nome ao Instituto Tomie Ohtake, espaço de grande importância para as artes plásticas em São Paulo, dirigido por seu filho Ricardo Ohtake.

Durante a cerimônia de entrega do Prêmio, Tomie será reverenciada pelo registro que deixa na história da arte contemporânea no País. Ela receberá uma homenagem especial, além de um troféu exclusivo confeccionado por Artur Lescher e um prêmio em dinheiro, no valor de R$ 100 mil.

Na ocasião também serão revelados os nomes dos vencedores nas outras nove categorias contempladas pelo Prêmio: dança, teatro, música, circo, artes visuais, cinema, inclusão cultural, instituição cultural e fomento. Entre os cinco finalistas de cada modalidade serão divulgados dois ganhadores – um escolhido pela comissão especializada e outro por votação popular.

Todos os vencedores receberão um troféu exclusivo criado pelo artista Artur Lescher. Já os escolhidos pelo júri – formado por especialistas, estudiosos e críticos – também receberão incentivo de R$ 60 mil (exceto instituição cultural e fomento). No total, o investimento chega a R$ 520 mil, sendo atualmente o maior valor pago por uma premiação voltada à cultura no Brasil.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>