Convocatória – Manifesto em Cartaz Parque Augusta

manifesto_convocatoria

Fechado desde dezembro passado, o Parque Augusta permanece uma incógnita para o povo de São Paulo. De um lado representantes da sociedade civil e moradores vizinhos ao parque, empenhados no processo de construção e de autogestão do último refúgio de mata atlântica no centro da cidade e do outro as incorporadoras Setin e Cyrela, atuais proprietárias do terreno com cerca de 25 mil m² entre as ruas Augusta, Caio Prado e Marquês de Paranaguá. O projeto das incorporadoras é construir duas torres de apartamentos com 100 metros de altura no local utilizando 20% da área do terreno.

Preocupados com a questão ambiental, com a especulação imobiliária que aflige a população das grandes cidades brasileiras, e no intuito de fomentar a produção artística em prol de uma causa social, lançamos hoje o Manifesto em Cartaz Parque Augusta.

Idealizado pelo site GiraSP em parceria com o Organismo Parque Augusta (OPA), com apoio da FIB – Fábrica de Ideias Brasileiras e da Meli-Melo Press, o projeto convoca artistas e designers para desenvolverem um cartaz em defesa do Parque Augusta 100% verde e público.  

manifesto_parque_augusta

As propostas serão recebidas de 12 a 31 de maio (prorrogamos o prazo! envie sua proposta até 07 de junho) pelo site GiraSP. Os 20 cartazes mais criativos serão escolhidos por uma comissão julgadora formada pela FIB+OPA+Meli-Melo, dos quais 10 finalistas escolhidos por votação popular no site GiraSP (entre os dias 4 e 14 de junho), terão seus trabalhos impressos e colados pelos muros da cidade durante o período da Copa do Mundo.

São previstas 2 mil impressões, totalizando 200 cartazes de cada finalista que serão contemplados também com uma edição premium de suas propostas produzidas pela Meli-Melo, único estúdio de design com impressora Risograph na cidade.

Vale dizer que as impressoras Riso foram feitas originalmente para impressões mais simples, semelhantes aos trabalhos impressos em silk ou em stencil, no entanto se a técnica estiver aliada à um bom projeto artístico os resultados são excelentes.

manifesto_parque_agusta_como_funciona

TRADIÇÃO
A tradição dos cartazes atravessa a história e mesmo em plena era digital mantém-se como peça fundamental para dialogar com a cidade. Acredita-se que Julés Chéret tenha sido o primeiro artista a produzir de forma artística e industrialmente o cartaz. Chéret estabeleceu as principais características estéticas que constituem o cartaz hoje, com a combinação de tipos, ilustração e no uso da posição vertical para exposição em via pública.

Arlette Dorgère, 1890 de Julés Chéret.

Arlette Dorgère, 1890 de Julés Chéret.

A resistência diante do imbróglio do Parque Augusta representa a luta de toda a população carente de espaços públicos de convivência e áreas verdes em uma cidade embalsamada no concreto. “O movimento de expansão da causa do Parque Augusta para a cidade é um movimento natural, pois a causa nunca foi apenas um parque. Nossa causa é transversal a questões como sustentabilidade, ressignificação dos espaços públicos e privados da cidade, por uma nova forma de viver e experienciar os espaços, mais do que apenas usá-los, a luta contra a especulação imobiliária e gentrificação, e contra a lógica de mercado sobreposta às relações humanas”, disse a ativista Ana Claudia Banin em entrevista ao GiraSP em março deste ano.

Artista de destaque no cenário nacional, Fernando Pimenta ilustrou cartazes que se tornaram famosos. (Impressão em off set - 1977)

Artista de destaque no cenário nacional, Fernando Pimenta ilustrou cartazes que se tornaram famosos. (Impressão em off set – 1977)

Convocamos todos os artistas e designers para manifestar sua indignação em defesa do Parque Augusta e de todas as 169 áreas verdes ameaçadas na cidade, com potencial para parque urbano, que formam a Rede Novos Parques SP. Acreditamos na força da estética e no valor histórico deste tipo de manifestação. Contamos com sua participação!

manifesto_cronograma

REGULAMENTO:

Envio de propostas
– Desenvolva um cartaz A3 (29,7 X 42 cm) com até duas cores para impressão em risografia com o tema “Parque Augusta já! 100% verde e público”.
– Envie seu arquivo em pdf para impressão para o email: contato@girasp.com.br até sábado, dia 07 de junho de 2014.
– Para acessar o manual de impressão Meli-Melo Press, clique aqui.
– É necessário enviar além do arquivo de impressão, uma versão colorida, em jpg (72dpi) para avaliação da comissão julgadora e do público.
– Não há limites de cartazes inscritos por participantes, pode enviar quantos quiser. :)

Avaliação de propostas
– As propostas serão avaliadas por 10 membros de uma comissão julgadora formada  pela FIB+OPA+Meli-Melo.
– O critério de avaliação será adequação ao tema e criatividade de seu autor.
– 20 propostas serão escolhidas pela comissão julgadora. Sua decisão é soberana e inquestionável.
– Para garantir a transparência desta eleição transmitiremos via streaming a análise das propostas recebidas. Divulgaremos por meio do site GiraSP e suas redes sociais o endereço para acompanhamento do público.
– O público será convocado para eleger apenas 10 entre os 20 cartazes que serão impressos e distribuídos pelos muros da cidade.

Premiação
– 
Por não se tratar de um concurso cultural, mas sim de uma manifestação artística e política, a premiação dos 10 finalistas será a versão premium de seu cartaz, além do prestígio e reconhecimento de seu talento perante o público. Não há, portanto, premiação em dinheiro.
– O sucesso deste Manifesto aliado à todas as lutas diante desta causa pode garantir um parque com mata nativa para todos os habitantes da cidade de São Paulo! :)

Cessão de direitos
- Todos os trabalhos encaminhados para o Manifesto em Cartaz Parque Augusta estarão sob licença Creative Commons:

  • Attribution Atribuição (BY): Os licenciados têm o direito de copiar, distribuir, exibir e executar a obra e fazer trabalhos derivados dela, conquanto que deem créditos devidos ao autor ou licenciador, na maneira especificada por estes.
  • Non-commercial Uso Não comercial (NC): Os licenciados podem copiar, distribuir, exibir e executar a obra e fazer trabalhos derivados dela, desde que sejam para fins não-comerciais.

- Todos as propostas enviadas poderão ser utilizadas pelos organizadores do Manifesto para comunicar em seus sites, impressos e redes sociais.
– Estão garantidos todos os direitos autorais das propostas enviadas.
Adequação da proposta:

- Os cartazes que não estiverem dentro dos parâmetros para impressão em risografia serão analisados pela comissão julgadora e dependendo do caso podem ser solicitadas algumas adequações ao seu autor.
– Exemplos de impressão em risografia com uso de duas cores produzidos pela Meli-Melo Press:

Pôster da monstro filmes, em 2 versões diferentes: vermelho + federal blue e verde + azul. - Ilustração por Mateus Acioli e Heitor Yida (Estúdio Drüm). Impresso em risografia na Meli-Melo Press.

Pôster da Monstro filmes, em 2 versões diferentes: vermelho + federal blue e verde + azul.
(Ilustração por Mateus Acioli e Heitor Yida (Estúdio Drüm). Impresso em risografia na Meli-Melo Press.)

Outro exemplo criativo de impressão em risografia com duas cores. (Arte de Marina Marchesan produzido na Meli Melo Press)

Outro exemplo criativo de impressão em risografia com duas cores. (Arte de Marina Marchesan produzido na Meli Melo Press)


Veja também!...

3 Comentário

  1. Parabéns pelo caráter pragmático desse manifesto. Tenho certeza de que dará bons frutos.

  1. 27 de maio de 2014

    […] participar do Manifesto em Cartaz é necessário seguir o regulamento disponível no site do GiraSP. Uma comissão escolherá 20 finalistas. Destes, 10 serão escolhidos […]

  2. 8 de junho de 2014

    […] Leia a Convocatória Manifesto em Cartaz Parque Augusta […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>