Ney Piacentini lança livro sobre Eugênio Kusnet

Ao completar 35 anos de trabalhos como ator, Ney Piacentini lança o livro Eugênio Kusnet: do Ator ao Professor, pela Hucitec Editora (R$ 38,00), nesta segunda-feira (dia 9), às 20h, no Teatro de Arena Eugênio Kusnet, em São Paulo. Na noite de lançamento, Antunes Filho, Carminha Gôngora e o autor falarão sobre o legado de Kusnet.

O lançamento da obra será no dia 9 de junho, a partir das 20h

O lançamento da obra será no dia 9 de junho, a partir das 20h

O livro, que tem apresentação de Antunes Filho, orelha de Paulo Betti e prefácio de João das Neves, é fruto de um mestrado na Escola de Comunicação e Artes da USP, finalizado em 2012. Eugênio Kusnet, segundo José Celso Martinez Corrêa, é um dos mais importantes atores e professores de atuação que o Brasil já teve.

O russo, que chegou em nosso país em 1926, participou ativamente como ator, entre as décadas de 1950 e 1970, dos períodos do Teatro de Brasileiro de Comédia, do Teatro de Arena e do Teatro Oficina, tornando-se pedagogo teatral, além de ter escrito três livros: Iniciação á arte dramática (1968), O método das ações inconscientes (1971) e o mais conhecido: Ator e Método (1975).

Ney Piacentini (Divulgação)

Ney Piacentini (Divulgação)

Entre seus trabalhos mais marcantes como intérprete teatral, estão os personagens Otávio, de Eles não usam Black-Tie, de Gianfrancesco Guarniére (montagem estreada em 1958) e Bessemnov, de Os pequenos burgueses, de Máximo Gorki (que estreou no Teatro Oficina em 1963), pelo qual recebeu os principais prêmios de melhor ator da época.

O texto de Piacentini traz depoimentos inéditos de Maria Della Costa, Fernanda Montenegro, Walmor Chagas, Flávio Migliaccio, Renato Borghi, Carminha Gôngora (assistente de Kusnet na elaboração de Ator e Método), assim como de Antunes Filho e José Celso Martinez Corrêa, além de outros importantes atores e diretores da cena nacional.

Em sua dissertação, orientada por Maria Thais Lima Santos – Profa. Dra. da ECA/USP e diretora da Cia Balagan, Ney defende a hipótese de que foi no Brasil que Kusnet adquiriu seus conhecimentos sobre Stanislavski e não quando jovem na Rússia, como versam alguns observadores de sua trajetória.

Contudo é sobre a experiência no Teatro Oficina, em que Kusnet atuou e criou um curso sobre atuação, que se encontra o núcleo central da pesquisa do ator da Companhia do Latão. Pela ótica de Piacentini, foi durante a montagem de Os pequenos burgueses que esse discípulo de Stanislavski estabeleceu suas bases artísticas e técnicas sobre a arte de atuar, adaptando à nossa realidade os preceitos criados pelo Teatro de Arte de Moscou.

Livro e peças do Latão marcam 35 anos de ofício:

Depois de lançar seu livro, Ney Piacentini entra em cartaz com três obras da Companhia do Latão, a partir de 19 de junho, no TUSP: O círculo de giz caucasiano (de 19/06 a 06/07), O patrão cordial (de 03 a 27/07) e Ópera dos vivos (de 31/07 a 10/08).

 

Serviço:

Lançamento do livro Eugênio Kusnet: do Ator ao Professor, de Ney Piacentini
Teatro de Arena Eugênio Kusnet
Rua Teodoro Baima, 94 (Metrô República)
Dia 9 de junho, das 20h às 23h

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>