Animação propõe reflexão sobre destino nas metrópoles

Um rapaz apressado corre atrasado pelas esquinas de sua rotina até se deparar com seu reflexo na paisagem urbana. No tecido da cidade, este adulto se vê refletido como criança, tempo em que a curiosidade aguçada era motivo de desbravar com mais humor e leveza este labirinto opressor dos homens. O desfecho de Reflections, resultado de um trabalho de graduação de alunos da Bezalel, universidade de Arte e Design de Jerusalém, nos faz pensar sobre nosso destino nas grandes metrópoles, onde nos aglomeramos e dividimos a angústia de um modelo de vida que já não se sustenta mais.


reflections_animacao

Coincidentemente esta semana havia me deparado com um poema de Carlos Drummond de Andrade, que sob título de “Medo” pode traduzir em versos este delicado trabalho dos estudantes da sagrada capital iraquiana. Destaco aqui a seguinte estrofe:

Em verdade temos medo. 
Nascemos no escuro. 
As existências são poucas; 
Carteiro, ditador, soldado. 

Nosso destino, incompleto. 
E fomos educados para o medo. 
Cheiramos flores de medo. 
Vestimos panos de medo. 

De medo, vermelhos rios 
Vadeamos. 
Somos apenas uns homens e a natureza traiu-nos. 

Há as árvores, as fábricas, 
Doenças galopantes, fomes. 
Refugiamo-nos no amor, 
Este célebre sentimento, 
E o amor faltou: chovia, 
Ventava, fazia frio em São Paulo. 
Fazia frio em São Paulo…
(…)

Assista ao video e reflita a caminho do trabalho! ;)

No blog dos estudantes, podemos saber um pouco mais sobre o processo criativo da animação. Assista ao Making of:


Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>