Grupo Atocontínuo estreia intervenção baseada em poesia de Allen Ginsberg

ato

Neste sábado (dia 13), o grupo Atocontínuo estreia intervenção cênica baseada no poema Kaddish, de Allen Ginsberg, poeta ícone da geração beat. Com texto de Jairo Alves e direção de Eder Bastos, as atrizes Aline Negra Silva e Fernanda Otaviano convidam o público para um trajeto em que a Avenida Paulista e seus arredores tornam-se interlocutores de cenas que aludem à memória e à loucura de uma cidade que está morrendo.

Quando Naomi Ginsberg morreu, em 1956, não conseguiram reunir pessoas em número suficiente para o mishná, ritual judaico dos mortos no qual seria entoado o Kaddish; Allen Ginsberg, então, resolveu oficiá-lo com o poema, um relato cru da relação entre o autor e sua mãe, que sofria de esquizofrenia paranóica. Os diversos estados de consciência de Naomi, bem como a maneira como Ginsberg escolheu lidar com a situação, abrem janelas para uma infinidade de interpretações.

Para apresentar esse material, nos deparamos com a cidade de São Paulo e, mais especificamente, com a Avenida Paulista e arredores, que trouxeram mais um ponto de vista para a investigação, mostrando-se capaz de dialogar diretamente com o universo proposto pelo poema. Durante a intervenção, as atrizes ora criam uma relação com o espaço e com os passantes espectadores, ora se relacionam, em um trajeto permeado por loucura, morte e fragmentos de memória.

Em caso de chuva, não haverá apresentação (Divulgação)

Em caso de chuva, não haverá apresentação (Divulgação)

Serviço:

Kaddish
De 13 de setembro a 5 de outubro
Sábados e domingos, às 19h
Ponto de encontro: Avenida Paulista, 1912
100 minutos
Grátis.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>