Grupo Sobrevento promove nova edição da Semana Internacional de Teatro de Animação

sobre1

Cena de O Som das Cores (Foto: Guto Muniz/Divulgação)

A cidade de São Paulo recebe, de 16 a 28 de setembro, a quarta edição da Semana Internacional de Teatro de Animação do Sobrevento, que reunirá sete destacadas companhias de Teatro de Bonecos contemporâneo, de diferentes especialidades, apresentando espetáculos em que a animação dos bonecos é feita por um ator – mais do que por um manipulador – dando origem a criações inusitadas. O evento ocorre na Caixa Cultural São Paulo, com entrada gratuita. Para ter acesso às oficinas gratuitas que vão acontecer durante o período, clique AQUI.

Cena de Western (Divulgação)

Cena de Western (Divulgação)

Às apresentações somam-se mesas-redondas e oficinas, em uma programação muito variada, que reúne a Shakespeare WomenCompany, de Portugal; a Cia. Autónoma Dromosofista, da Itália/Argentina; o Théâtre De Cuisine e o Théâtre de L’Arc-En-Terre, ambas da França; o Gaia Teatro, do Peru; a Cia. Catibrum, de Minas Gerais e o próprio Grupo Sobrevento, de São Paulo, todas essas companhias com grande expressão internacional.

A Semana Internacional de Teatro de Animação do Sobrevento é uma mostra temática, em que o grupo busca discutir questões que considera importantes para o desenvolvimento e o aprofundamento de sua arte, ao mesmo tempo em que busca revelar a diversidade, a profundidade e a modernidade do Teatro de Bonecos. Se nos anos anteriores, a Mostra abordou temas como Diversidade, Do Boneco ao Objeto e Fragilidade, esse ano, em sua quarta edição, o Sobrevento propõe o tema O Ator e o Teatro de Animação, para discutir a interferência que o ator provoca em diferentes manifestações artísticas desta arte, criando gêneros, técnicas, e formatos, recriando velhos fenômenos culturais, estabelecendo novos papéis para a figura do manipulador, do bonequeiro e do próprio ator e, com isto, dando origem a espetáculos inesperados, surpreendentes, criando um teatro novo, sempre novo, para ser sempre atual.

Esta edição da mostra busca, ainda, explorar as possibilidades e limitações do boneco e do objeto como centro do Teatro de Animação, apresentando diferentes pontos de vista tomados por artistas experientes que estão entre os mais renomados em suas especialidades. “Não queremos fazer da Mostra um apanhado de espetáculos variados, mas apontar os novos e diferentes caminhos que o Teatro de Animação vem trilhando mundo afora e que o coloca na vanguarda das expressões artísticas contemporâneas” – diz Sandra Vargas, do Sobrevento.

O Som das Cores

Cena de O Som das Cores (Foto: Guto Muniz/Divulgação)

Confira a programação:

Dias 16, 17 e 18 de setembro, às 19h15 – São Manuel Bueno, Mártir (Grupo Sobrevento)
Baseado em um romance do espanhol Miguel de Unamuno, São Manuel Bueno, Mártir conta a vida do personagem Dom Manuel, um padre que carrega, como um estigma, a dúvida de sua própria fé e da própria existência de Deus. Bonecos de madeira estáticos, fixos, sem qualquer articulação, são movimentados como brinquedos, como peças de xadrez ou figuras de um presépio, em uma arena ocupada por uma mesa redonda. Eles representam os personagens da trama e o povo da pequena cidade onde se desenrola a história.

Toda a programação é gratuita

Toda a programação é gratuita

Dias 19, 20 e 21, às 19h15 – A Tempestade Num Copo d´Água (Shakespeare WomenCompany/Portugal)
Miranda, a filha do desterrado rei Próspero vive em uma ilha quase deserta entre os três e os treze anos… Duas atrizes com bonecos, objetos, elementos da natureza, palavras e canções contam-nos a história dela: uma história inspirada na última peça que William Shakespeare escreveu. Se no tempo de Shakespeare, só os homens podiam representar, na Shakespeare WomenCompany, só as mulheres representam.

Dias 20 e 21, às 15h – O Som das Cores (Cia. Catibrum/Minas Gerais)
Livremente baseado no livro homônimo do taiwanês Jimmy Liao e em poemas do tcheco Rainer Maria Rilke, a Catibrum conta a história de Lúcia, uma adolescente que, aos 15 anos, perde a visão. Lembrando as mais famosas fantasias literárias e cinematográficas, a jovem Lúcia se aventura no mundo do impossível, enfrentando todos os seus medos e inimigos, desafiando sua própria mente. Lúcia quer recuperar sua visão, mas para isso, ela terá de ver o mundo com outros olhos.

Dias 23, 24 e 25, às 19h15 – El Cubo Libre (Cia Autónoma Dromosofista/Itália-Argentina)
Em volta de um cubo preto, quatro curiosíssimos personagens dão vida a uma espiral de transformações surreais e poéticos, acompanhando-se da música ao vivo que eles mesmos tocam. O Cubo Livre é o encontro entre a vitalidade da música, a espontaneidade do Teatro de Rua e a poesia do Teatro de Animação: um teatro musical e visual para públicos de todas as idades.

Dias 23, 24 e 25, às 20h15 – 20 Minutos sob os Mares (Théâtre de Cuisine/França)
Uma sereia debruça-se sobre um aquário e, com apetite, vê desfilar sob os seus olhos grandes mitos aquáticos. mais que cinquenta litros de água, o espectador tem diante de si um oceano de histórias fantásticas: um escafandrista que arrisca a sua vida, batalhas navais e submarinas, um polvo gigante, sereias tão apavorantes quanto envolventes, sem esquecer do tubarão de dentes sedentos de sangue… a verdadeira ameaça, porém está além, acima do aquário, na figura da mulher-vampiro, da cantora que o anima.

Cena de São Manuel Bueno, Mártir (Foto: Lauro Medeiros/Divulgação)

Cena de São Manuel Bueno, Mártir (Foto: Lauro Medeiros/Divulgação)

Dias 26, 27 e 28, às 19h15 – Western (Théâtre De L´Arc-En-Terre/França)
Dirigido, há mais de trinta anos, por Massimo Schuster, o Théâtre de l’Arc-en-Terre dedica-se a criar espetáculos de animação destinados a um público adulto, independentemente da idade dos espectadores. Massimo é o maior nome – no campo teórico e no prático – do Teatro de Brinquedo, do Teatro de Papel, uma especialidade de origem vitoriana, onde os bonecos não passam de figurinhas bidimensionais de papel, mas revelam o seu grande poder plástico e a sua forte dependência de um grande ator por trás de si. Cruzando, manipulação, narração e interpretação dramática, Massimo reinventa o próprio papel do marionetista em uma técnica que nos encanta com a desproporção entre a grandeza de suas intenções e repertório e a simplicidade dos meios de que se vale. Entre caubóis e índios, um salão, um rancho, um violão, botas cavalos, Western fala de intrigas, amores, tiros, coragem, integridade, integridade e, ao final, da justiça que termina por triunfar (o que mais falta?). O faroeste pertence a todos – crianças e adultos. Ajudou a nos forjar, nos fez sonhar e viajar, nos ensinou a detestar as injustiças e imposturas e nos deu heróis humanos nos quais nos reconhecer. Com alegria e leveza, este espetáculo nos mergulha em um universo onde o que conta são valores simples como a coragem, a lealdade, a fidelidade e a amizade e onde o bem sempre termina por vencer o mal.

Dias 27 e 28, às 15h – Lá do Azul (Gaia Teatro/Peru)
A companhia Gaia Teatro, fundada em 2003 pelo peruano Hugo Suárez e pela bósnia InésPasic, explora uma forma de animação muito particular, que, misturando a mímica aos bonecos, transita nos limites da dança, do teatro físico, dando origem ao que chamam de títeres corporais. Em Lá do Azul, Inés, a única atriz em cena, nos leva, com seus incríveis bonecos feitos a partir de seu próprio corpo, a um desfile de personagens divertido e comovedor. Em suas breves passagens pelo palco, estes bonecos nos lembram, com seus sonhos e frustrações, com seus êxitos e fracassos, dos momentos poéticos escondidos no dia a dia de cada um de nós.

sobre atem

Cena de A Tempestade num Copo d´Água (Foto: Divulgação)

Serviço:

IV Semana Internacional de Teatro de Animação do Sobrevento
Caixa Cultural São Paulo
Praça da Sé, 111 – Centro (Metrô Sé)
Grátis.

Veja também!...

1 Comentário

  1. 11 de setembro de 2014

    […] Para ter acesso à programação completa do festival, clique AQUI. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>