São Paulo ganha debate sobre o teatro gay em mostra cênica

Entre os dia 2 de dezembro e 25 de janeiro, a Casa Contemporânea apresenta a mostra Em Busca de Um Teatro Gay, que consiste num ciclo de debates, apresentações teatrais, exposição e oficina teatral. Evento este que pretende questionar a produção homoerótica nas artes cênicas.

Durante cinco semanas, sempre de terça a domingo, o público poderá ter acesso a hemeroteca do ator e jornalista Rodolfo Lima. Material esse que consiste em programas de espetáculos, cartazes, flyers, entre outros itens de peças com personagens que abarca toda a comunidade LGBTTT – Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais, Travestis e Transgeneros.

teatro gay

Cena de Desamor (Foto: João Pedro Matos)

Essa “busca” permeia a pesquisa acadêmica do ator e jornalista, que guardou material referenciais de peças que entraram em cartaz na cidade de São Paulo de 2000 a 2010. Esse período conta com cerca de 200 peças. Cerca de 80 programas – por exemplo – de tais peças podem ser manipuladas pelo público, bem como a visualização de recortes de jornais e revistas.

Às terças e quartas, a programação é complementada com um ciclo de debates e no decorrer da semana apresentações teatrais. Em ambos os casos os participantes foram convidados em função de sua relação com o tema e não se trata de um recorte que traduz o evento como um todo, e sim uma leitura possível dentro de infinitas possibilidades que o tema oferece.

A exposição, o ciclo de debates e a maioria das peças terá acesso grátis, bem com a oficina Em Busca de um Indivíduo Cênico, oferecida aos sábados à tarde. Paralelo a programação da Casa Contemporânea, o público pode ter acesso a parte do conteúdo expositivo na rede social.

Parte da programação, em parceria com a Secretária de Cultura do Estado de São Paulo e a Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias, será incluída na Virada Inclusiva que será realizada nos dias 6 e 7 de dezembro. As peças terão tradução simultânea em Libras.

Em nenhuma hipótese pretende-se com isso estabelecer os conteúdos de tais peças dentro de um “engavetamento” único. E sim possibilitar que o público relembre de certa forma, tais montagens, através de imagens. O uso do termo gay é para ilustrar que tipo de teatro pretende-se mapear, os diversos desdobramentos que a palavra obteve nos últimos anos, e sua reverberação nos palcos da capital paulista.

Afinal o que faz um teatro ser gay?

teatro gay1

Cena de Réquiem Para um Rapaz Triste (Foto: André Stefano/Divulgação)

Confira a programação:

TEATRO

Desamador (SP) – as sextas-feiras, 21h – Pague quanto quiser (de 5/12 a 23/01) Interpretação, direção e produção: Rodolfo Lima; Texto: a partir das crônicas de Fabrício Carpinejar; Fotos: João Pedro Matos; Operação som: Aurélio Prates; 60 minutos; livre.

Bicha Oca (SP) – aos sábados, 21h – R$20/R$10 (de 13/12 a 24/01) Interpretação, direção e produção: Rodolfo Lima; Texto: a partir dos contos de Marcelino Freire; Fotos: André Stefano; Operador som: Aurélio Prates; 60 minutos; Recomendado para maiores de 18 anos. Participação Especial: Samy Dias

Todas as horas do fim (SP) – aos domingos, 17h – Pague quanto quiser (14/12 a 18/01) Interpretação, direção e produção: Rodolfo Lima; Texto: a partir do conto “Linda, uma história horrível” de Caio Fernando Abreu; 50 minutos; Livre.

Dentro de mim mora outra (Santos/SP) – aos domingos, 19h – Pague quanto quiser (dias 14 e 21 de dezembro e 18 de janeiro de 2015); Interpretação, direção e texto: Renata Carvalho; Fotos: Mariane Rodrigues; 50 minutos; 18 anos.

Além do Ponto (SP) – dias 04 (21h) e 06/12 (19h) – (Pague quanto quiser dia 04/12,. Grátis dia 06/12); Interpretação: Henrique Ponzi; Direção e iluminação: Jackeline Stefanski; Identidade Visual: Fabio Bulhões; Realização:Operação:Estrangeiros; Fotos: Leonardo Medeiros; Texto: Caio Fernando Abreu; 50 minutos; Livre.

Complexo de Cumbuca (Recife/PE) – dias 15 e 16/01 – R$20/R$10. Interpretação e Texto: Rodrigo Cavalcanti; Encenação: Rodrigo Dourado; Orientação cênico-dramatúrgica: Wellington Junior; Fotos: Arthur Navarro/ Ricardo Maciel; Realização: Teatro da Fronteira; 45 minutos. Livre

Réquiem para um rapaz triste (SP) – dia 07 de dezembro – Grátis, as 17h e 19h. Interpretação, produção e texto: Rodolfo Lima; Direção: Ivania Davi; Texto: inspirado nas personagens femininas de Caio Fernando Abreu; Fotos: André Stefano; 60 minutos. Recomendado para maiores de 16 anos.

CICLO DE DEBATES
sempre às 20h – Gratuito
02/12 – Ferdinando Martins – Representações do gay no teatro contemporâneo.
09/12 – Helio Filho e Paco Llistó – A relação a mídia segmentada e o teatro gay
16/12 – Rodolfo Garcia Vasquez e Osvaldo Gabrieli – Processo de Criação
17/12 – Dagoberto Feliz – Processo de Criação
13/01 – Rodrigo Dourado e Nelson Baskerville
19/01 – Newton Moreno
20/01 – Valmir Santos – A relação do jornal diária e o teatro gay.
21/01 – Wilton Garcia – Teatro e homocultura – uma relação promissora?

PROGRAMAÇÃO DA VIRADA INCLUSIVA
* Programação Gratuita e com Tradução em Libras
Sábado 06/12
• Além do Ponto, 19h
• Desamador, 21h
Domingo 07/12
• Réquiem para um rapaz triste, 17h e 19h

Serviço:

Em Busca de Um Teatro Gay
Casa Contemporânea
Rua Capitão Macedo, 370, tel. (11) 2337-3015, Vila Mariana
De 2 de dezembro de 2014 a 25 de janeiro de 2015

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>