São Paulo recebe a reestreia do musical sobre o mito Luiz Gonzaga

Entre os dias 14 de março e 5 de abril, o Theatro NET São Paulo apresenta nova temporada do musical Gonzagão – A Lenda, escrito e dirigido por João Falcão. Na montagem, oito atores e uma atriz se revezam no palco em uma viagem pela trajetória do Rei do Baião. No elenco, Adrén Alves, Alfredo Del Penho, Eduardo Rios, Fábio Enriquez, Thomás Aquino, Renato Luciano, Ricca Barros, Larissa Luz e Marcelo Mimoso.

Como em qualquer história de homem que vira mito, a vida de Luiz Gonzaga tem passagens em que as versões de seus biógrafos não convergem, em que realidade e fantasia se confundem, e o autor e diretor João Falcão se sentiu livre para tratar mais do mito do que do homem.

A peça fica em cartaz até o dia 1 de dezembro (Foto: Marcelo Rodolfo/Divulgação)

A peça fica em cartaz até o dia 5 de abril (Foto: Marcelo Rodolfo/Divulgação)

Falcão evitou qualquer didatismo na construção do texto, embora tenha lido vários livros sobre um dos artistas mais importantes da música brasileira, morto em 2 de agosto de 1989, cujo centenário de nascimento foi comemorado em dezembro de 2012.

(Foto: Marcelo Rodolfo/Divulgação)

(Foto: Marcelo Rodolfo/Divulgação)

A opção por uma abordagem teatral, não enciclopédica, fica explícita logo no início da peça, quando uma trupe se apresenta para contar a “lenda do Rei Luiz”. Os atores desta trupe anunciam que encenarão uma história iniciada no sertão do Araripe lá pelos idos do século 20.

As referências são maciçamente nordestinas, sobretudo pernambucanas. Luiz Gonzaga nasceu no município de Exu, de onde saiu aos 17 anos para ganhar o mundo. João Falcão também é de Pernambuco, da cidade de São Lourenço da Mata. “A festa mais importante da minha casa era a de São João, e São João era Luiz Gonzaga. Ele era patrimônio do povo, mais do que qualquer outro artista. Poucas músicas que estou usando no espetáculo descobri agora. A maioria eu sabia de cor, já sabia tocar”, conta ele, que também é compositor.

Na história do rei do baião, Falcão se permitiu rebatizar duas mulheres importantes da vida do músico, Nazarena (o primeiro grande amor) e Odaléa (a mãe de Gonzaguinha) como Rosinha e Morena, respectivamente, nomes que aparecem em músicas do compositor. E ainda se permitiu criar um encontro que nunca aconteceu: Luiz Gonzaga e Lampião, dois mitos nordestinos. Também há espaço para se falar da originalidade de Gonzaga, um artista que, a partir dos ensinamentos de seu pai, Januário, criou em sua sanfona um gênero, o baião, e o transformou em sucesso e patrimônio nacionais.

Para comprar seu ingresso, clique AQUI.

Serviço:

Gonzagão – A Lenda
Theatro NET São Paulo – Shopping Vila Olímpia, 5º andar
Rua Olimpíadas, 360
De 14 de março a 5 de abril
Sábados, às 18h; domingos, às 16h30
De R$ 50 a R$ 150
90 minutos
Classificação: 12 anos.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>