Montagem reúne personagens de Tchekhov para acerto de contas com seu criador

Divulgação

Divulgação

A história de um grande autor, um homem que abrigou em sua carne e em sua alma durante toda a sua vida dois personagens que travaram uma batalha atroz – o médico e o doente.Na atmosfera silenciosa de uma casa, Anton Tchekhov, frágil em seus derradeiros momentos de vida, recebe a visita de suas criaturas. Este é o cenário da montagem A Máquina Tchekhov, de Matei Visniec, sob direção de Clara Carvalho e Denise Weinberg, em cartaz até o dia 25 de outubro, no Instituto Cultural Capobianco, no centro de São Paulo.

Escrita em outubro de 2000, por Matei Visniec, dramaturgo romeno radicado na França desde 1987, A Máquina Tchekhov se debruça sobre a obra de Anton Tchekhov (1860–1904), grande dramaturgo, contista e romancista russo cujos textos influenciaram toda a moderna literatura ocidental.

Em sua peça, Visniec nos apresenta o próprio Tchekhov como uma personagem: ele é o dramaturgo doente, quase moribundo, sendo visitado pelas personagens de suas peças, antes de morrer. Personagens de suas grandes peças como Tio Vânia, de Tio Vânia, Irina, de As Três Irmãs e Liubov Ravenskaia, de O Jardim das Cerejeiras, aparecem para um acerto de contas final com o criador, tentando entender seus destinos, sofrimentos e os desfechos de suas vidas ficcionais, numa belíssima sequência de chegadas e partidas. A peça é também uma investigação sobre a escrita e o processo de criação de Anton Tchekhov.

Nas palavras do próprio Visniec: “Por que A Máquina Tchékhov? Porque seu teatro é uma máquina de triturar destinos. Eu proponho um olhar sobre essa máquina para ver como ela funciona, por que ela não para nunca, por que suas vítimas raramente protestam, por que o próprio Tchekhov se deixou devorar por ela… Proponho também um diálogo com Tchekhov, uma maneira de entrar em contato com suas técnicas de escrita… Uma vez que você está dentro da “máquina Tchekhov”, podemos nos “comunicar” quase que diretamente com Tchekhov, pois ele é o personagem principal”.

A montagem deste espetáculo foi realizada através do Prêmio Zé Renato, da Secretaria Municipal de Cultura.

Serviço:

A Máquina Tchekhov
Teatro da Memória
Rua Álvaro de Carvalho, 97 (Metrô Anhangabaú)
Sábados, às 21h; domingos, às 19h
Até 25 de outubro de 2015
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Recomendado para maiores de 12 anos
90 minutos.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>