Balé da Cidade contorna crise no Theatro Municipal e mostra programa triplo

Teve choro e ranger de dentes. Mas, sob a alegação de retração de patrocínios e da variação cambial, a Fundação Theatro Municipal de São Paulo não viu outra saída e alterou a programação do último trimestre, adiando a vinda dos espanhóis do La Fura dels Baus e cancelando a ópera Così fan tutte.

Cena de "bandOneón". Foto: Sylvia Masini (Divulgação)

Cena de “bandOneón”. Foto: Sylvia Masini (Divulgação)

A crise forçou o preenchimento das datas ociosas com concertos que serão realizados pela Orquestra Sinfônica Municipal. Apesar da turbulência, a boa notícia é que foi mantida a última temporada do ano que o Balé da Cidade de São Paulo realiza na sua própria casa. As próximas apresentações da companhia serão em novembro no Centro Cultural São Paulo e em dezembro no renovadíssimo Teatro Paulo Eiró.

O programa triplo desta semana traz a Orquestra Experimental de Repertório, com regência de Carlos Moreno, como grande convidada para a apresentação de Antiche Danze, de Mauro Bigonzetti. Na sequência, bandOneón, de Luis Arrieta. Para finalizar, a orquestra volta com ritmos latinos em O Balcão do Amor, de Itzik Galili.  Todas as obras foram tiradas do repertório para as sessões de terça (27) a sábado (31).


Antiche Danze, bandOneón e O Balcão do Amor
Balé da Cidade de São Paulo e Orquestra Experimental de Repertório
27 a 31 de outubro
Terça a sábado, 20h
Theatro Municipal de São Paulo
R$ 20 a R$ 70

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>