Museu da Imigração recebe a exposição “Todos Podem ser Frida”

De 8 a 20 de dezembro, o Museu da Imigração recebe a exposição Todos podem ser Frida, uma parceria com o Museu da Diversidade Sexual e que integra a Semana dos Direitos Humanos, uma iniciativa da Secretaria de Estado da Cultura que conta com o apoio da Defensoria Pública do Estado. A entrada é gratuita.

frida1

Com 34 imagens da fotógrafa Camila Fontenele de Miranda, os retratos exibem pessoas de diferentes origens que se travestiram de Frida, manifestando identificação com sua história e afinidade com o patrimônio conceitual e universal que ela representa. A artista capturou as imagens na Estação República do Metrô, propondo reinterpretações sobre os gêneros e refletindo sobre a multiplicidade do ser humano, com sua capacidade de se identificar com o próximo, apesar das diferenças.

A exposição faz parte da programação especial #Sonharomundo, iniciativa que reconhece os museus como agentes formadores de uma mentalidade coletiva, sensibilizando para a solidariedade, o respeito à diversidade cultural, o combate ao preconceito, à discriminação e à violência. A programação foi pensada para criar conexões entre as questões tratadas pelos museus da SEC, de forma a demonstrar, na prática, um olhar múltiplo e profundo sobre os direitos humanos.

frida

Serviço:

Todos podem ser Frida
Museu da Imigração
Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca
De terça a sábado, das 9h às 17h; domingos e feriados, das 10h às 17h
De 8 a 20 de dezembro
Grátis.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>