Monólogo com Thiago Fragoso segue temporada na capital

O arrebatador e premiado romance As Benevolentes, de Jonathan Littell, publicado originalmente na França em 2006, e no ano seguinte no Brasil pela Alfaguara/Objetiva, ganha versão teatral no Teatro Arthur Rubisntein, em monólogo encenado pelo ator Thiago Fragoso, com direção de Ulysses Cruz.

Foto: Patricia Cividanes/Divulgação

Foto: Patricia Cividanes/Divulgação

As Benevolentes faz uma implacável denúncia sobre a gênese da crueldade humana. Das memórias de um monstro inescrupuloso emerge toda a banalidade do mal, usando a definição proposta por Hannah Arendt em seu livro sobre o julgamento do nazista Adolph Eichmann. Sem buscar justificativas para seus atos bárbaros, o protagonista permite enxergar como o horror se constrói e se espalha no cotidiano.

A peça narra a trajetória de Maximillian Aue, um burocrata que se torna oficial da SS nazista (uma das mais famosas divisões da organização nazista de Adolf Hitler) e participa dos principais eventos que marcaram a ascensão e queda do Terceiro Reich, incluindo a derrota final do exército alemão com a tomada de Berlim pelos aliados, passando pela implantação dos campos de concentração de Auschwitz e Birkenau.

Foto: Patricia Cividanes/Divulgação

Foto: Patricia Cividanes/Divulgação

Serviço:

As Benevolentes
Clube Hebraica, Teatro Arthur Rubinstein
Rua Hungria 1000
Sextas, 21h30; sábados, 21h; domingos, 18h
De R$ 60 a R$ 80
75 minutos
Até 13 de março.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>