Andrea Jabor, do RJ, faz duas apresentações no Centro de Referência da Dança

O solo da coreógrafa e bailarina carioca Andrea Jabor chama-se A Rainha e o Lugar. E propõe como o corpo pode ser instrumento e símbolo de poder. Além disso, é uma divagação sobre a ameaça de extinção das colmeias de abelhas, cada vez mais raras de se ver, e que servem como metáfora para a organização de uma vida social.

Foto: Rodrigo Castro (Divulgação)

Foto: Rodrigo Castro (Divulgação)

Andrea questiona ainda o papel das mulheres na contemporaneidade e o “desequilíbrio ambiental” que a ausência de lideranças femininas, como a abelha-rainha, pode causar. Ana Achcar contribuiu na direção cênica para a encenação entre projeções de Gustavo Gelmini. Com trilha sonora original de Rodrigo Marçal, chama ainda a atenção a roupa da “rainha”, assinada por Flávio Souza.


A Rainha e o Lugar
Andrea Jabor
29 e 30 de agosto
Sexta e sábado, 19h
Centro de Referência da Dança (Baixos do Viaduto do Chá – Estação Anhangabaú do Metrô)
Grátis
Retirada de ingresso 30 minutos antes no local

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>