Editais para autores brasileiros e tradutores estrangeiros são lançados

Mais de 320 autores brasileiros com obras literárias espalhadas por 54 países, traduzidas no idioma daquelas nações. Uma realidade atual, mas que só se tornou possível a partir da implementação do Programa de Apoio à Tradução, Publicação e Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior, da Fundação Biblioteca Nacional (FBN). A entidade vinculada ao Ministério da Cultura (MinC) é responsável pela execução da política governamental de captação, guarda, preservação e difusão da produção intelectual do país.

De 1991 até 2016, foram concedidas 898 bolsas de apoio à tradução e à publicação de autores brasileiros – mais de 70% destas, concedidas a partir de 2011, quando o programa foi reformulado e recebeu mais recursos, inclusive para divulgação. “Nestas bolsas, observa-se que a maioria das traduções foi para nomes clássicos da literatura brasileira como Jorge Amado, Clarice Lispector e Machado de Assis. Mas há, cada vez mais, uma diversificação das traduções e os novos autores também têm sido solicitados, como Alberto Mussa, Adriana Lisboa, Daniel Galera, Luiz Ruffato e Michel Laub”, exemplifica Fábio Lima, coordenador do programa da FBN.
literatura
Ainda por meio do Programa de Apoio, mais de 80 escritores brasileiros apresentaram trabalhos em feiras e eventos literários no exterior. Na última terça-feira (19), foram abertas as inscrições de dois editais relacionados ao programa: Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior e Residência de Tradutores Estrangeiros no Brasil.

Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior

Criado em 2012, o edital de Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior está em sua quinta edição. Ele é destinado a editoras estrangeiras que tenham publicado obras de autores brasileiros, ou já adquirido os direitos para publicação, que desejam promover a participação desses autores em eventos literários internacionais. Podem participar instituições culturais estrangeiras que desejam organizar atividades literárias com autores brasileiros ou convidar autores brasileiros para períodos de residência no exterior. Para poder pleitear a ajuda, tais eventos devem estar programados para ter início entre 20 de outubro e 31 de dezembro de 2016.
Para participar, os autores deverão ter publicado no Brasil ao menos um livro nas áreas de literatura e humanidades, especialmente nos seguintes gêneros: romance, conto, poesia, crônica, infantil, juvenil, história em quadrinhos, teatro, obra de referência, ensaio literário, ensaio social, ensaio de vulgarização científica. O prazo de recebimento de inscrições vai até 5 de setembro de 2016.  Para mais informações, clique aqui.
Segundo o coordenador Fábio Lima, o edital tem potencializado a difusão da literatura e da produção intelectual brasileira, a partir da presença física dos autores e sua participação em eventos literários internacionais: “O apoio tem sido fundamental na viabilização de eventos com a participação de autores brasileiros, tanto em relação à iniciativas de editoras que organizam circuito de atividades promocionais, quanto a projetos de maior alcance, como feiras e festivais literários”.

Residência de Tradutores Estrangeiros no Brasil

O edital Programa de Residência de Tradutores Estrangeiros no Brasil foi criado em 2012 e está em sua terceira edição. Ele concede bolsas a tradutores profissionais estrangeiros que estejam traduzindo – do português para qualquer outro idioma – uma obra literária brasileira, publicada previamente no Brasil. Os tradutores precisam contar com um contrato editorial para a tradução.
Durante a residência, cada tradutor participará de uma programação desenvolvida a partir do projeto de tradução, elaborada pela FBN em parceria com centros de estudos de tradução, universidades e instituições culturais. A agenda poderá incluir a participação em debates com autores, tradutores e outros interlocutores; participação em oficinas de tradução; e visitas a instituições culturais.
“Com o edital, os tradutores entram em contato com elementos da obra traduzida: autor, família, personagens, etc. Por outro lado, estimula-se também a troca de experiências por meio de encontros com escritores brasileiros, além da participação em atividades acadêmicas em instituições e universidades brasileiras”, completou Lima, indicando os benefícios trazidos pelo edital para a qualidade e o aprimoramento da tradução, e para a difusão da literatura brasileira no exterior.
As bolsas concedidas pelo programa deverão cobrir, parcial ou totalmente, as despesas necessárias para permanência do tradutor no Brasil durante um período de 15 a 30 dias, entre 17 de outubro e 20 de dezembro de 2016. O prazo para envio de inscrições vai até o dia 2 de setembro de 2016. Para detalhes sobre o edital, acesse aqui.

Programa de Apoio à Tradução, Publicação e Intercâmbio de Autores Brasileiros no Exterior

Criado em 1991 e reformulado em 2011, o Programa tem como objetivo a difusão da produção intelectual brasileira no exterior e vem conquistando lugar de destaque por ser um importante instrumento de internacionalização da cultura nacional. Ele integra, inclusive, as metas do Plano Nacional de Cultura, contribuindo para o aumento das atividades de difusão cultural.

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>