Com ingressos esgotados, Balé da Cidade de SP estreia show de talentos inspirado em “O Quebra-Nozes”

Sim, está tendo “quebradeira” fora e dentro do palco do Theatro Municipal de São Paulo. O motivo? A nova temporada do Balé da Cidade de São Paulo que traz uma versão inédita, inusitada e absolutamente rompedora de padrões do clássico O Quebra-Nozes. A disputa por ingressos começou cedo. E desde o mês passado não se encontra nenhunzinho sequer para comprar. Em cartaz de quarta (9) a domingo (13), a companhia de dança se apresenta novamente em parceria com a Orquestra Sinfônica Municipal.

Bailarinas encenam a batalha entre os estilos clássico e contemporâneo. Foto: Matheus José Maria

Bailarinas encenam a batalha entre os estilos clássico e contemporâneo. Foto: Matheus José Maria

O coreógrafo Alex Soares é o mentor desta façanha. E teve total apoio da direção artística do Balé da Cidade, representada por Iracity Cardoso, para desconstruir o nosso imaginário e repertório do que há mais de um século (mais precisamente 124 anos!) a humanidade presencia em remontagens da obra do russo Pyotr Ilyich Tchaikovsky. A começar por optar incluir o próprio compositor como personagem da trama, Soares também picotou a partitura, reorganizou os pedaços e conseguiu vender a ideia para o regente Eduardo Strausser, que conduz a Orquestra Sinfônica Municipal em um compasso contemporâneo e muitas vezes bem acelerado.

Como não poderia deixar de ser, Soares traz sua marca registrada: a conexão com o cinema. Dando ocasião para diversas projeções de vídeos e animações. Até uma tela do buscador Google é exibida. Isso faz da peça, dividida em dois atos, uma espécie de filme. Revisita os tempos do cinema silencioso e chega à febre atual dos seriados. Conseguiu ainda, junto com a iluminadora Rossana Boccia e o figurinista Cassiano Grandi, imprimir uma estética noir (preto e branco) que aos poucos vai se colorindo. Traçando um paralelo entre o contexto original de O Quebra-Nozes e os dias atuais. Um exemplo é que a personagem principal, a jovem Clara, se apaixona por um crush ao invés de sonhar com um príncipe.

Tchaikovsky é o MC do show de talentos e recebe Clara uma jovem que se apixona por um crush. Foto: Matheus José Maria

Tchaikovsky é o MC do show de talentos e recebe Clara uma jovem que se apaixona por um crush. Foto: Matheus José Maria

Ao adicionar cores, fica cada vez mais evidente a ousadia de Soares em trazer a rua para o palco. Nesta quebra histórica de padrões, ele contou com colaboração do coreógrafo Eliseu Correa e do cenógrafo Wilson Aguiar. Incrivelmente, Correa fez aflorar movimentos de danças urbanas. Em alguns momentos, é possível encontrar no elenco potenciais excelentes b-boys e b-girls. Aguiar não ficou em cima do muro. Aliás, resolveu mesmo foi trazer um muro pichado para dentro do Theatro Municipal, reforçando o tombamento das paredes entre erudito e popular.

E não para por aí. No segundo ato, Soares propôs um show de talentos. Foi o momento em que surgiu o novo título: Quebrakovsky – The Nuts Talent Show. Sobre uma plataforma, o elenco faz uma divertida competição, no estilo batalhas de dança, com uma pegada estilo seriado Black Mirror. Uma vinheta inacreditavelmente parecida com às dos programas The Voice e Britain’s Got Talent evidencia o questionamento sobre a criação das franquias no mundo, quer sejam para os balés quanto para os programas de TV.

Ainda sem data para retornar aos palcos, Quebrakovsky mostrou-se um eficiente instrumento de renovação e comunicação com uma audiência mais jovem. Resta saber se os mais conservadores vão se render à força e o ímpeto que as novas gerações e tecnologias investem sobre consagradas e renomadas criações da música e das artes cênicas.


Quebrakovsky – The Nuts Talent Show
Balé da Cidade de São Paulo
Orquestra Sinfônica Municipal
9 a 13 de novembro
Quarta a sábado, 20h; domingo, 17h
Theatro Municipal de São Paulo
R$ 25 a R$ 90 (ingressos esgotados)
110 minutos
Livre

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>