Iniciando com clássico “Romeu e Julieta”, São Paulo Cia. de Dança fecha Temporada 2016 com seis coreografias inéditas

Que sustança! A São Paulo Companhia de Dança (SPCD), que começou o ano de 2016 circulando pelo Estado de São Paulo e pela Europa e América do Norte – passando por países como França, Suíça, Canadá e Estados Unidos -, preparou um encerramento supimpa de sua temporada anual. Ao todo, serão 4 semanas, 3 programas diferentes, 9 coreografias, das quais 6 são inéditas. A programação completa no Teatro Sérgio Cardoso (TSC) - que até ganhou o nome de Jogo de Linhas – pode ser conferida no final desta publicação.

luiza-yuk-e-yoshi-suzuki-em-romeu-e-julieta-photobywilianaguiar-2

Foto: Wilian Aguiar (Divulgação)

A primeira coreografia a ser exibida é Romeu e Julieta, remontada por Giovanni Di Palma, em 2013. Com música de Sergei Prokofiev (1891-1953), a dança reconta a trágica (e famosíssima) história do amor proibido entre dois jovens das famílias rivais MontecchioCapuleto, baseada na obra do século 16 escrita por William Shakespeare.

“É um balé que teve a primeira montagem no século 19, mas que ganhou força no século 20“, contextualiza Inês Bogéa, lembrando montagens icônicas como as de Bronislava Nijinska (1891-1972), Kenneth MacMillan (1929-1992) e John Cranko (1927-1973). “Traz uma maneira de olhar para a dança clássica que já diferente”, define a diretora artística da SPCD. “Uma dança que não fala dos sentimentos e das emoções através da pantomima, mas pela expressão da individualidade e a relação humana”.

Inês também ressalta a experiência de Giovanni Di Palma, que dançou a versão de Cranko no Teatro da Ópera de Roma. Ele é o responsável pela remontagem da coreografia. “Ao montar nosso primeiro balé clássico, precisava ser alguém que conhecesse a companhia e tivesse um amplo conhecimento de dança clássica e de possibilidades de recriação”.

Para viabilizar uma sequência robusta e diversificada de apresentações, Inês destaca a parceria de longa data com o teatro, onde também consegue espaço para realizar atividades de formação, como palestras e introdução de outras jovens companhias. “Desde 2008 dançamos no TSC ao longo do ano. Foi a partir de 2013 que lançamos as assinaturas e passamos a ter temporadas regulares em junho e novembro”. Ela também vê a vantagem de o público poder se organizar com antecedência e se preparar para (re)encontrar a companhia e seu repertório. E antecipa. “Quem quiser, já pode fazer reservas para nossa próxima temporada que se chamará O Pássaro de Fogo“.


Temporada Jogo de Linhas
São Paulo Companhia de Dança
4 a 27 de novembro
Quintas, 21h; sextas; 21h30, sábados, 21h; e domingos, 18h
Teatro Sérgio Cardoso
R$ 20 a R$ 40
Livre


4 a 13 de novembro
Romeu e Julieta (2013)

de Giovanni Di Palma
90 min


17 a 20 de novembro
GEN (2014)
de Cassi Abranches
19 min
Pivô (estreia)
de Fabiano Lima
16 min
Ngali… (estreia)
de Jomar Mesquita, com colaboração de Rodrigo de Castro
20 min


24 a 27 de novembro
O Corsário – Grand Pas de Deux (estreia)
a partir do original de Marius Petipa
10 min
O Talismã – Pas de Deux (estreia)
de Pablo Aharonian, a partir do original de Pyotr Gusev
14 min
Fada do Amor (estreia)
de Márcia Haydée
5 min
Carmen – Pas de Deux (estreia)
de Márcia Haydée
13 min
Peekaboo
de Marco Goecke
19 min

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>