Coreografia impede desabamento do céu e evita o fim do mundo

Nem milagre nem ciência, desta vez foi uma dança a responsável por barrar o Armagedom, evitando que o céu desabasse sobre todos nós. Para conferir como isto foi possível, basta ir até o Sesc Belenzinho para encontrar a Lia Rodrigues Companhia de Danças, que veio a convite da MITsp e ficará em cartaz em Sampa até o dia 2 de abril.

Foto: Sammi Landweer (Divulgação)

Foto: Sammi Landweer (Divulgação)

Estreada em maio do ano passado, a peça é uma investigação feita pelo núcleo artístico dirigido pela paulista Lia Rodrigues no Complexo da Maré, no Rio de Janeiro. A partir da observação das catástrofes e barbáries que ocorrem todos os dias, foi a leitura do relato sobre A Queda do Céu, do xamã yanomami Davi Kopenawa, que impulsionou a criação de Para que o céu não caia.

É nesse relato que é descrito um fim trágico para o mundo, fazendo o céu cair sobre tudo que está abaixo dele. A condição para que tal fenômeno catastrófico ocorra seria o rompimento da harmonia da vida no universo.

Os artistas têm ainda como material de pesquisa a convivência entre os bailarinos da companhia e jovens participantes da Escola Livre de Danças da Maré. E a leitura de Há mundo por vir?, de Deborah Danowski e Eduardo Viveiros de Castro.


Para que o céu não caia
Lia Rodrigues Companhia de Danças
Sesc Belenzinho – Sala de Espetáculos II
80 minutos
16 anos

17 de março a 19 de março (MITsp)
Sexta e sábado, 21h30; domingo, 17h30
R$ 20

24 de março a 2 de abril
Sextas e sábados, 21h30; domingos, 17h30
R$ 30

Veja também!...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>