Festival Dialéticas Afro-Musicais

02/07

  • Sábado, às 18h30 
  • Na Sala Adoniran Barbosa
  • Classificação Indicativa: livre
  • Grátis
  • Retirada de ingressos 1h antes na bilheteria 
  • É recomendado o uso de máscara 

Através das giras de conversa e apresentação artístico-cultural, o projeto “Dialéticas Afro-Musicais” trará algumas narrativas fundamentais para compreendermos parte do processo de elaboração das manifestações culturais existentes no país fazendo um recorte especial nas manifestações culturais afro- paulistas. As apresentações musicais serão realizadas a partir das danças e toques dos tambores tradicionais fazendo uma conexão com os ritmos contemporâneos. 

Importante ressaltar que os palestrantes convidados para a mesa de debates são destacadas personalidades da intelectualidade afro brasileira e com isso temos certeza de que teremos um debate bastante construtivo e relevante. Com os resultados relatados, poderemos futuramente desenvolver uma pequena publicação. 

Este projeto, sobretudo, contribui para a construção de uma contra narrativa do povo negro nesse país e sua conexão com as diversas áfricas que nos constituem culturalmente. Portanto, enseja estar em lugares que possam ser acessados pelo maior número de pessoas, da periferia ao centro. 

Dialéticas Afro-Musicais pretende mostrar as contribuições históricas e estruturais na formação das culturas populares de matriz africana no Brasil a partir da diáspora negro-africana do século 16, bem como inserir as atuais formas de reflexões e narrativas discutidas nos espaços acadêmicos, educacionais, políticos, culturais, na atuação dos diversos atores e organizações que compõe o pensamento crítico-cultural brasileiro.

Ficha técnica

Realização/mediação: Cida Gonçalves e Tadeu Kaçula | Palestrante convidado: Dr. Juarez Xavier | Palestrante convidada: Ednéia Gonçalves | Artista convidado: Samba de Roda Nega Duda | Artista convidado: Jongo Dito Ribeiro | Artista convidado: Deolindo. 

Fonte: Centro Cultural

Créditos de todas as imagens: Centro Cultural

Deixe um comentário